quinta-feira, novembro 30, 2006

Churrasco japonês

Fim de semana passado teve aniversário de um amigo. O plano era reunir o pessoal em um restaurante de shabu-shabu (しゃぶしゃぶ). Nesses restaurantes, em frente às mesas, se colocam umas panelas com água quente, ou um caldo, onde são fervidas fatias finas de carne ou vegetais. Se coloca a comida ali pra ferver por uns minutos (como em um fondue de carne) e depois se mergulha a comida em um potinho cheio de molho, para dar sabor, antes de comer. Não é ruim, mas não é uma das minhas comidas preferidas por aqui.

Chegamos no restaurante onde havíamos feito reserva, mas por algum motivo os funcionários reservaram prum número menor de pessoas do que havíamos pedido, o que nos fez mudar os planos. Saímos de lá para um restaurante de yakiniku (焼き肉, lit. carne tostada) ali perto, o que me deixou mais feliz, por ser uma opção que me agradava mais.

Yakiniku é o que na minha outra estada no Japão conheci como “churrasco coreâno”. Alguns ainda chamam assim, mas hoje o yakiniku japonês é bem diferente do que veio originalmente da Coréia. Até porque não se come carne de cachorro. :)

O yakiniku é parecido com o shabu-shabu: também são fatias finas de carne ou outros vegetais trazidos à mesa, mas esses são tostados em uma pequena grelha ao invés de fervidos em uma panela quente. Em alguns casos se assam também cogumelos, salsichas etc. Depois, se mergulha os pedaços assados em um molhinho com gosto entre shoyu e molho inglês, bastante saboroso, o que dá mais graça à carne.

O restaurante que fomos me surprendeu positivamente. Nesses restaurantes, costuma se paga por um tempo fixo (em geral duas horas), no qual se vai pedindo as carnes e os outros ingredientes. Mas dependendo do lugar, depois de um certo tempo eles começam a demorar a ir trazendo a comida. Nesse, não houve resistência alguma e comemos muita carne, até não agüentar mais. Além disso, pela primeira vez vi um corte que lembrava picanha, mas o que mais gostei foram uns pedaços de carne mais encorpados, que ficavam mais suculentos que as usuais fatias finas. Talvez esses “filezinhos” não sejam do gosto do japonês, mas para nós, brasileiros, foram um sucesso. Já tivemos alguns churrascos aqui, bastante bons, mas esse yakiniku, além de mais fácil, não deixou nada a desejar.

6 comentários:

Bianca disse...

Oi Drebes!!!

Nossa, vc gostou mesmo hein... Eu tb adorei! Fiquei entupida de carne ate o outro dia... hehehe Vamos la ano que vem de novo?

Biaa Shibuya

Gustavo Andriotti disse...

Bah seu Drebes que sacanagem. Tava tri empolgado para ler o teu novo post mas esse foi sacanagem. Devia ter posto um alerta: imagens com forte conteudo emocional. Essa da "quase" picanha acabou com o meu dia. Eu aqui mal e mal consigo um corte que se parece com o que a gente chama de carne de 2a. e tu me vem com picanha. "Pelamor"!!!

Inveja é uma merda, nao adianta.

Grande abraco :-)

Laura disse...

Eu já provei esse "churrasco coreano" aqui tambem. Mas aqui eles trazem um prato com todas as carnes que temos direito, sem repeteco.
Puxa, no teu caso foi quase um Rodizio de Carnes! :)

Cassio disse...

Hehehehe... Hoje vou comer um churrasco de verdade. Picanha, maminha, alcatra, vazio...
E viva o Rio Grande do Sul!

Kaqui disse...

Ao contrário do nosso amigo Sofrenildo, de vez em quando dá pra economizar uns trocos e comprar carne vinda do Brasil por aqui ;)
Mas eu ainda sinto falta de coração de galinha... :(

Nanda disse...

Tamos indo comer esse churras contigo!!! Beijo.