sábado, março 25, 2006

Atualizações…

O post de hoje é só um apanhado geral dos preparativos.

Já estou com minha passagem e o visto pro Canadá. O talão do ticket da passagem é tão magrinho, claro, nunca tinha tido uma passagem só de ida. A parte “burocrática” já está resolvida. Simplisticamente, é só eu aparecer no aeroporto dia 3 e entrar naquele avião.

Terminei o último trabalho que realizava por aqui. Os laços vão se desfazendo, uma coisa a menos que me prende. Entreguei a revisão técnica nessa sexta, fiquei satisfeito com o resultado. Infelizmente, só me pagam na próxima quinta-feira, e contava com esse dinheiro pra comprar mais uns presentes de viagem. Sem problemas: a mãe vai me emprestar dinheiro por essa semana.

Segunda-feira liberei meu armário na UFRGS. Na verdade, já estava quase vazio, apenas tirei o cadeado e o papelzinho que identificava o “proprietário”. Dizia: “Roberto Jung Drebes <drebes@aton.inf.ufrgs.br>”. Esse “aton” no email entrega que tomei posse dele lá por 1998, quando aluno de graduação não tinha email no domíno “@inf.ufrgs.br”, a menos que tivesse bolsa de iniciação científica no Instituto. Não bateu depressão ou sentimento algum. Talvez por já antes ter esvaziado o armário e me livrado de outras tralhas que tinha por lá.

Semana passada, visitei meu ex-professor de japonês. Ele sabia que eu tinha conseguido a bolsa, havia contado quando saiu o resultado preliminar. Dessa vez fui lá contar as novidades sobre o resultado final, além de comprar uma apostila do nível 3, e me despedir, claro. Não sei como vai ser o material de ensino de japonês lá: se vai ser tudo em japonês, com explicações em inglês, ou em português (duvido). Como já conheço o estilo do curso daqui (com explicações em português), em que dedicando-se, aprende-se, achei melhor levar pelo menos as apostilas dos 3 primeiros níveis. O sensei continua o cara legal de sempre, mas parecia mais abatido, quieto. Me contou que voltou faz pouco do Japão, passou uns meses em sua cidade natal com a mãe, que faleceu. Pra piorar, sua esposa continua mal de saúde, não mostrando sinais de melhora. Difícil manter o alto astral assim. Com isso, qualquer um se abala. Sei que é difícil, mas espero que ele se recupere, pois do jeito que está é uma lástima. Pelo menos peguei o email dele. Vou mandar notícias de vez em quando e acho que me ver progredindo no japonês deve fazê-lo um pouco mais feliz.

Comecei a preparar as malas. Na verdade, uma mala e uma mochila de viagem. Não devo chegar perto da franquia de bagagem, então tenho aproveitado pra levar o que chamo de “kit saudade”: coisas que me lembram bons momentos e pessoas por aqui. Presentes de amigos, postais, cartas e cartões que recebi. Roupas de inverno e sociais já estão embaladas, ficam faltando as de verão, livros, presentes de viagem e outras coisas menos importantes.

Nesses últimos meses, cada vez mais vejo que pessoas aparecem, e não é que não sejam as pessoas certas, mas o momento é que não é certo.

Por hora, é isso.

2 comentários:

L.e.t.í.c.i.a. disse...

Oi Drebes!
UMA mala e uma mochila só??
Coube td???

é, tá chegando a hora... =)

Kaqui disse...

Eu também não tive crise do armário da UFRGS.
Pedi pra Clarissa esvaziar pra mim porque eu não iria mais aparecer por lá... :P